domingo, 6 de junho de 2010

QUE A ESTRADA SE ABRA A NOSSA FRENTE

(Para Ela)

saltar do pico mais alto
na hora máxima

(lágrimas do vento)

a surpresa do vôo
a dor do último poema

asas
fogo
penas

apenas
boas
lembranças

(Fabio Rocha)

5 comentários:

Anônimo disse...

Acabar assim não é tão ruim, pelo menos houve um máximo, pelo menos haverão lembranças.

Fabio Rocha disse...

Pois é...

Telecine Cult também é cultura: "O amor é uma questão de timing. De nada adianta conhecer a pessoa certa muito cedo ou tarde demais." trailer do filme 2046 - Os Segredos do Amor :)

Gilsa Elaine disse...

Olá, Fábio. Estou por aqui de novo contemplando seus poemas.
Não sei se você recebeu minha mensagem, mas estou interessada em conhecer mais sobre sua obra e sobre a questão dos direitos autorais de seus poemas postados no blog. Como garantir?
Um abraço!

Fabio Rocha disse...

Oi, Gilsa, recebi e respondi no formsping - registre seus textos no EDA da Biblioteca Nacional - www.bn.br

Edson Marques disse...

Quem escreve assim, esse tanto todo, só pode mesmo amar demais...